Andre Lazaroni

terça-feira, novembro 30, 2010


Com um dramático discurso do presidente mexicano Felipe Calderón começou ontem (29/11), em Cancun, a 16ª Conferência das Partes da Organização das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-16). O chefe de estado afirmou que “quem os recebe é um país que, como todos os da região, é um dos que mais sofrem com os efeitos das mudanças climáticas”. A COP-16 também foi aberta num clima de expectativas modestas e tratada como reunião intermediária.

Mas se espera que, em seus trabalhos, a rodada de negociação para definir um novo acordo global que complemente o Protocolo de Kyoto tenha a missão de evitar o fracasso da reunião anterior, em Copenhague, a COP-15. Mas quase todos os representantes de 132 países presentes acreditam que o encontro de Cancún não deve resultar em grandes decisões. Outra frase dramática do presidente Calderón: “as mudanças climáticas já são para nós uma realidade e estão tendo gravíssimas consequências para o planeta. São fenômenos que afetam mais os mais pobres e os tornam ainda mais pobres”.

publicado por André Lazaroni em 30.11.10



0 Comments:

Postar um comentário



Links to this post:

Criar um link

<< Voltar


Sobre este Blog
Blog do Deputado Estadual. Opine, vamos fazer o meio ambiente ser preservado
 
 
Últimos Posts
Arquivos
 
Amazônia Azul

faça o download do PDF



Powered by Blogger