segunda-feira, fevereiro 02, 2009

Com os protestos de sempre de certos setores industriais, o Ministério do Meio Ambiente proibiu o uso de amianto em qualquer construção ou bem adquirido pelo Ministério e de seus órgãos vinculados: Ibama, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, Agência Nacional de Águas e Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Portaria do Ministério baniu, também, o uso de qualquer produto que tenha fibra de amianto. A medida visa a proteger a saúde dos trabalhadores que ficam expostos ao amianto regularmente no dever de sua função, evitando que contraiam doenças como asbestose, doença crônica pulmonar que provoca endurecimento do órgão, câncer de pulmão e mesotelioma de pleura, membrana que reveste o pulmão, pericárdio, membrana que reveste o coração e peritônio, membrana que recobre a cavidade abdominal. Como alternativas ao uso do mineral na produção de caixas-d'água, lonas e pastilhas de freio de carro, telhas e pisos, tinta e tecidos antichamas, entre outros, estão as fibras minerais e sintéticas. A utilização do amianto é proibida em 48 países, e em sete estados brasileiros.

publicado por Jotha R em 2.2.09 |




Sobre este Blog
Blog do Deputado Estadual. Opine, vamos fazer o meio ambiente ser preservado
 
 
Últimos Posts
Arquivos
 
Amazônia Azul

faça o download do PDF



Powered by Blogger