Andre Lazaroni

sexta-feira, julho 15, 2011



Para rememorar os fatos e celebrar as realizações que marcaram seus 50 anos de sua história, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) está lançando um site comemorativo: www.inpe.br/50anos. A instituição tem uma elogiável preocupação em seu contato com a cidadania. Há pouco, lançou uma cartilha pela Internet, que repassei a você. Lembra?


Relacionados na “Linha do Tempo”, o site histórico do Inpe traz os principais fatos e realizações do instituto, em suas diversas áreas de atuação, contextualizados a acontecimentos marcantes no Brasil e no mundo, na ciência e tecnologia.No site estão disponíveis cartilhas didáticas, para o público jovem, sobre os 50 anos (Conquistar o Espaço para cuidar da Terra), mudanças climáticas (O clima está diferente. O que muda nas nossas vidas), astrofísica (Pesquisar o Universo para entender a Terra) e atividades gerais (Um passeio pelo Inpe). Vai nessa!Em contínua atualização, o site também apresenta galeria de fotos, videoteca e uma seção especial destinada a todos que desejarem contar sobre projetos, curiosidades e ações que colaboraram para que o Inpe chegasse ao cinqüentenário com uma das instituições mais respeitadas do Brasil.Disponível em português e inglês, o site conta ainda com ferramentas para envio de atualizações aos usuários via RSS e página no Facebook. Em www.inpe.br, pode-se acessar o site comemorativo clicando na logomarca dos 50 anos, localizada no canto superior direito da página.No decorrer de sua história, o Inpe tem mostrado crescente compromisso com as demandas da sociedade. Mais do que produtos tecnológicos, seus satélites são instrumentos para apoiar a ciência brasileira a entender melhor o país. O Inpe realiza pesquisas e serviços que ajudam o Brasil a enfrentar os desafios do desenvolvimento sustentável em tempos de mudanças ambientais globais.Em 3 de agosto de 1961, o Instituto iniciou suas atividades com foco nas ciências espaciais e, como resultado, hoje abriga grupos de pesquisas reconhecidos mundialmente em áreas como geofísica, astrofísica, aeronomia e física de materiais.

Depois de também conquistar o reconhecimento no sensoriamento remoto por satélites e na meteorologia, instalou um centro de excelência para detectar mudanças ambientais e avaliar seus impactos no desenvolvimento nacional.

O Inpe possui um dos supercomputadores mais poderosos do mundo para aplicações meteorológicas, climáticas e ambientais e vai ser sede do Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais, coordenado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, com inauguração prevista para este ano.A instituição aniversariante distribuiu gratuitamente, pela internet, as imagens de satélites que beneficiam o sistema de gestão do território do próprio governo, a pesquisa nas universidades e o desenvolvimento das empresas privadas, que geram emprego e renda com tecnologia espacial. A entidade também monitora por satélites o desmatamento na Amazônia, as queimadas, as áreas cultivadas com cana-de-açúcar, entre outros serviços. As imagens e produtos derivados do Inpe são úteis em áreas como saúde, segurança pública, gerenciamento de desastres naturais e da biodiversidade.

A previsão de tempo e clima, por exemplo, garante dados a setores econômicos como o agronegócio e o planejamento energético, fundamentais para o desenvolvimento do país.

A missão do Inpe é produzir ciência e tecnologia de alta qualidade nas áreas espacial e do ambiente terrestre e oferecer produtos e serviços singulares em benefício do Brasil. E isso, repito eu, ele faz de maneira notável. Parabéns, Inpe!


publicado por André Lazaroni em 15.7.11



0 Comments:

Postar um comentário



Links to this post:

Criar um link

<< Voltar


Sobre este Blog
Blog do Deputado Estadual. Opine, vamos fazer o meio ambiente ser preservado
 
 
Últimos Posts
Arquivos
 
Amazônia Azul

faça o download do PDF



Powered by Blogger