Andre Lazaroni

domingo, outubro 17, 2010


Ontem, 16 de outubro, a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO), lembrou que era a passagem do Dia Mundial da Alimentação. Em todo o mundo, 925 milhões de pessoas passaram o sábado sem ter o que comer. O número é equivalente às populações somadas dos Estados Unidos (300 milhões), Brasil (190 milhões), Japão (130 milhões), Alemanha (82 milhões), França (63 milhões), Reino Unido (60 milhões), Itália (58 milhões) e da Espanha (40 milhões).

Apesar da lembrança de uma tragédia que se repete dia a dia, hora a hora, minuto a minuto, os dados da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação, pela primeira vez em 15 anos, indicam uma melhora no quadro geral da fome no mundo. Em 2009, 1,023 bilhão de pessoas eram consideradas famintas, 9,6% mais do que este ano. Uma das causas para a redução é a queda dos preços dos alimentos nos mercados internacionais e nacionais iniciada em 2008.

Para o representante da FAO em Moçambique, o uruguaio Julio de Castro, há outro fator a ser considerado: a oportunidade de negócio. “O comandante de um navio carregado de grãos recebe um telefonema: “precisamos de 50 mil toneladas no Quênia.” O barco segue para lá e preço sobe ou desce. E ligam para ele de novo: “pagam mais no Líbano”. E o barco muda a rota. É especulação, negócio. Não é questão de concordar ou discordar. Mas isso tem uma importância na distribuição dos alimentos.”

Para a FAO, segundo reportagem de Eduardo Castro, correspondente da EBC para a África, a produção mundial de alimentos precisa aumentar 70% para alimentar a população que o mundo terá em 2050, estimada em 9 bilhões de pessoas. Os governos devem investir mais na agricultura, expandir redes de segurança e programas de assistência social, reforçar atividades que gerem renda para as áreas rurais e urbanas mais pobres e criar mecanismos adequados para lidar com situações de crise e proteger as populações mais vulneráveis.

publicado por André Lazaroni em 17.10.10



0 Comments:

Postar um comentário



Links to this post:

Criar um link

<< Voltar


Sobre este Blog
Blog do Deputado Estadual. Opine, vamos fazer o meio ambiente ser preservado
 
 
Últimos Posts
Arquivos
 
Amazônia Azul

faça o download do PDF



Powered by Blogger